dodouro press

A programação contemplará quatro espetáculos com periodicidade trimestral. 
O primeiro tomo do ciclo está marcado já para o presente mês de março, a 18, com a atuação de Osso Vaidoso, duo composto por Alexandre Soares e Ana Deus, guitarrista e vocalista, respetivamente, dos extintos Três Tristes Tigres, um dos mais icónicos grupos portugueses da década de 90.
Nesta segunda edição do ciclo Novas Canções da Montanha estão previstas também as atuações de Aline Frazão, cantora e compositora, nome maior de uma nova geração de músicos angolanos, que atuará a 13 de maio. 
A 16 de setembro, o ciclo 
apresentará Estilhaços, da autoria de Adolfo Luxúria Canibal e António Rafael, ambos músicos em Mão Morta, que darão a conhecer um espetáculo de spokenword, música e vídeo. 
A terminar a edição de 2017, as Novas Canções da Montanha fecharão em grande com o esperado regresso de Governo, projeto musical encabeçado pelo escritor português Valter Hugo Mãe e pelos músicos António Rafael e Miguel Pedro (Mão Morta).
Em 2016, o ciclo de música com nome inspirado na obra emblemática do Miguel Torga levou concertos de Lula Pena, Medeiros/Lucas, Cícero Rosa Lins e Señoritas e atraiu mais de três centenas de pessoas ao Espaço Miguel Torga. 
Os concertos têm entrada livre e realizam-se sempre aos sábados, pelas 18 horas. 
Novas Canções da Montanha é uma iniciativa do Município de Sabrosa para o Espaço Miguel Torga, com o apoio do Município de Vila Real e Teatro de Vila Real. A programação e produção está a cargo da promotora covilhete na mão. O programa de atividades do Espaço Miguel Torga tem o apoio da Fundação EDP.
O Município de Sabrosa convida a população a assistir a estes espetáculos que terão uma lotação limitada a 100 lugares sentados.