dodouro press

Tony Carreira sobe ao palco para concerto gratuito no Sábado à noite
19 a 21 de Maio: Foz Côa recebe maior edição de sempre do Festival do Vinho do Douro Superior
·       68 produtores de vinho, 9 de sabores e 4 “tasquinhas” no FVDS 2017
·       Eduardo Cabrita (Ministro Adjunto) em Foz Côa para a inauguração no dia 19, às 18h00
Sem dúvida, um evento com lugar cativo no panorama de eventos de vinho em Portugal, o Festival do Vinho do Douro Superior (FVDS) arranca na próxima semana com a sua sexta edição, a maior de sempre, com um total de 77 stands e quatro restaurantes representados.
 A decorrer em Vila Nova de Foz Côa de 19 a 21 de Maio, tem no (mítico) vinho e nos sabores os produtos de eleição. Mas como não há festa sem música, o famoso cantor Tony Carreira sobe ao palco do EXPOCôA. O concerto acontece na noite de Sábado, a partir das 22h00, e é gratuito.
A inauguração oficial do -FVDS 2017- está marcada para sexta-feira, dia 19 de Maio, às 18h00, e contará com a presença de Eduardo Cabrita, o Ministro Adjunto de António Costa e de Gustavo de Sousa Duarte, Presidente da Câmara de Vila Nova de Foz Côa e o grande mentor desta iniciativa, que ao longo dos últimos anos tem ajudado a dinamizar a sub-região do Douro Superior e a potenciar Foz Côa como a “Capital do Douro Superior”
Carrazeda de Ansiães, Figueira de Castelo Rodrigo, Freixo de Espada à Cinta, Mêda, São João da Pesqueira, Torre de Moncorvo e Vila Flor: são sete os concelhos circundantes de Foz Côa, sendo que todos vão, de alguma forma, estar  representados no FVDS. Três dias de entrada livre completamente dedicados ao melhor da sub-região mais a montante do Douro.
Celebrar o carácter e singularidade dos vinhos do Douro Superior é o objectivo deste evento, que tem vindo a garantira a presença dos melhores produtores da sub-região. Um evento que tem vindo a crescer e que este ano culmina com a presença de 68 produtores de vinhos, 9 de sabores e 4 “tasquinhas”, na zona exterior da mostra.
Além da mostra de vinhos, o Festival contará com as habituais provas comentadas por especialistas: três no que toca aos vinhos (brancos, tintos e do Porto); e uma de azeites. O programa de 2017 volta contemplar o habitual -Concurso de Vinhos do Douro Superior- e o anúncio dos respectivos resultados, assim como um Colóquio, subordinado este ano ao tema “Um Rio de Patrimónios, da Foz à Nascente”. A coordenação é João Paulo Martins, crítico de vinhos do Expresso e da VINHO - Grandes Escolhas, e estão já garantidas três presenças de peso: o jornalista Francisco José Viegas, o Professor Bianchi de Aguiar e o enólogo João Nicolau de Almeida.