dodouro press

09Nov.2007 - Portugal vai receber cerca de 35 milhões de euros para reestruturar e reconverter as vinhas
A Comissão Europeia estabeleceu, no transacto dia 07 de Novembro, em Bruxelas, um orçamento de 510 milhões de euros para que 16 países possam reestruturar e reconverter as vinhas na próxima campanha de comercialização vitivinícola. Portugal irá, assim, receber quase 35 milhões de euros para esse efeito.
Ao nosso País, que detém a quarta maior área de produção de vinho, caberá a quarta maior fatia do bolo (34 729 863 euros), que deverá aplicar na adaptação da produção à procura actual do mercado.
O orçamento pode ser utilizado para reconverter as variedades plantadas, relocalizar as vinhas ou melhorar as técnicas de manutenção do vinhedo. O mesmo pacote financeiro não cobre a renovação normal das vinhas envelhecidas ou que chegam ao fim do ciclo de vida natural.
Este pagamento é anual e tem em conta a superfície vinícola de cada país.
Refira-se, no entanto, que Bruxelas pretende, na sua proposta de reforma do mercado do vinho, financiar o arranque de 200 mil hectares de vinha nos próximos cinco anos.