dodouro press

18Jan.2008 - APPI classifica submersão da Linha do Tua como atentado contra o Património
Com a construção da barragem, ficará interrompida a ligação ferroviária à linha do Douro e ao litoral, nomeadamente ao Porto
A submersão da linha do Tua pela barragem projectada para aquele rio foi classificada, no passado dia 08 de Janeiro, como "um dos mais graves atentados ao património português" pela Associação Portuguesa do Património Industrial. A APPI - que referiu, em comunicado, representar em Portugal o organismo da UNESCO consultor para o património industrial – manifestou-se disponível para apoiar todas as acções para evitar a destruição da ferrovia. Este organismo junta-se, assim, a outras vozes de protesto, nomeadamente dos ambientalistas, contra a construção na foz do rio Tua.
O concurso para a construção da barragem, projectada para a zona onde o Tua desagua no rio Douro, está prestes a ser lançado e os estudos prévios já foram alvo de discussão pública. È que esses estudos confirmam os últimos quilómetros da linha Tua ficarão submersos, independentemente da cota que vier a ser decidida depois de feita a avaliação ambiental.