dodouro press

Automóveis de competição portugueses reencontram-se pela primeira vez em 50 anos no Caramulo Motorfestival 
Na 3ª edição do Caramulo Motorfestival - Festival Internacional de Automóveis Clássicos e Desportivos, que decorre nos dias 5, 6 e 7 de Setembro, vão voltar à pista três velhas glórias do automobilismo português dos anos 50, que já não correm juntas há umas dezenas de anos. Um Olda de 1952, um Dima de 1951-54 e um Alba de 1952 são os carros de fabrico português que prometem mostrar o que valem num evento que combina provas de competição motorizada de automóveis clássicos e desportivos com actividades lúdicas e turísticas e que se prevê que leve cerca de 20 mil pessoas até ao Caramulo neste fim-de-semana.
Na 3ª edição do Caramulo Motorfestival - Festival Internacional de Automóveis Clássicos e Desportivos, que decorre nos dias 5, 6 e 7 de Setembro, vão voltar à pista três velhas glórias do automobilismo português dos anos 50, que já não correm juntas há umas dezenas de anos. Um Olda de 1952, um Dima de 1951-54 e um Alba de 1952 são os carros de fabrico português que prometem mostrar o que valem num evento que combina provas de competição motorizada de automóveis clássicos e desportivos com actividades lúdicas e turísticas e que se prevê que leve cerca de 20 mil pessoas até ao Caramulo neste fim-de-semana.