dodouro press

Mostra de um "Douro Natural" inaugura no Metro do Porto
Desde o dia 15 de Dezembro e até 15 de Janeiro, a exposição "Douro Natural", do fotógrafo José Miguel Ferreira, pode ser vista na Estação da Trindade, no Metro do Porto. Esta mostra revela o Douro que existe além das vinhas, território paisagístico menos conhecido, mas diverso e de impressionante beleza natural, que marca o carácter e identidade locais. A iniciativa promovida pela AETUR – Associação dos Empresários Turísticos do Douro e Trás-os-Montes, beneficia do Plano de Desenvolvimento Turístico do Douro e conta com o apoio da Turismo do Douro, da Estrutura de Missão do Douro, CCDRN e Metro do Porto, e quer divulgar novas faces da região. Depois do Porto, a exposição estará patente no Metro de Lisboa.
José Miguel Ferreira nasceu em Angola, tem obras dispersas por cinco continentes e soma várias apresentações fora de Portugal.
Trabalha recorrendo à platinotipia, um processo fotográfico histórico, em que as fotografias são preparadas manualmente, com os metais nobres platina e paládio revestido em platina – e por isto assumem uma dimensão atemporal e nostálgica, de que a selecção "Douro Natural" é exemplo.
Com uma feição mediterrânica, que se expressa pelo clima, variedade de ecossistemas e intensa luminosidade, o vale do Douro é, sobretudo, associado à cultura vinhateira. Mas o extraordinário valor cénico passa também pela serra do Marão, escarpas do Douro Internacional, bosques, miradouros, falhas geológicas e largos horizontes, intercalados por um rio profundo.
Esta paisagem, classificada como Património da Humanidade pela Unesco (2001) e mais antiga Região Demarcada e Regulamentada do Mundo (1756), foi ainda distinguida como Destino de Excelência, junto da Organização Mundial de Turismo (2008), uma das 77 Maravilhas da Natureza do Mundo e 7º melhor Destino para Turismo Sustentável da National Geographic, a nível europeu (2009).