dodouro press

O IVA está a matar o Turismo
AHRESP DENUNCIA CENÁRIO TRÁGICO PARA MILHARES DE EMPRESAS E TRABALHADORES
O Governo através de várias declarações políticas, tem vindo a dizer que quer mexer na estrutura das taxas do IVA. Se tal ameaça vier a concretizar-se para o turismo e para as empresas de restauração e hotelaria, essa alteração poderá ter efeitos devastadores nesta atividade estruturante e fundamental da economia portuguesa.
Perante esta insustentável situação de incerteza e tendo em consideração a sua gravidade, a AHRESP em conjunto com a Ordem dos Técnicos Oficiais de Contas (OTOC), entendeu oportuno convocar todas as empresas dos setores da hotelaria, restauração e bebidas, a participarem num encontro/debate de âmbito nacional, que terá lugar, no dia 11 de Outubro.
Nesse encontro que decorrerá em Lisboa, a partir das 15h00 na Aula Magna da Reitoria da Cidade Universitária, será conhecida a posição dos partidos políticos (PSD, CDS, PS e PCP) sobre as implicações do IVA nas atividades relacionadas com o Turismo. Segundo cálculos efetuados pela AHRESP, o aumento do IVA no sector da restauração pode levar ao encerramento de cerca de 54 mil empresas, e sobretudo que sejam extintos cerca de 120 mil postos de trabalho.
Será a ruína do setor, com perda de receitas na ordem de 1,8 mil milhões de €uros, e este cenário poria em causa a viabilidade de mais de metade das empresas ligadas ao Turismo, atividade que é a 4ª que gera mais emprego em Portugal, e responsável por 14% do PIB.