dodouro press

Dra. Laura Ferreira integra a Comissão de Honra do projecto "Um Lugar pró Joãozinho"
No dia 3 de Novembro de 2011 no Átrio do Piso 2 do Hospital de São João a Dra. Laura Ferreira cerca das 11H30 chega ao Hospital de S.João do Porto. Chovia, mas não obstante tal facto os estudantes da Faculdade de Medicina do H.S.João, esperavam-na e associando-se à Tuna da Academia tocavam e cantavam.
Notava-se a forte simpatia que todos nutriam pela Drª Laura Ferreira, que de resto no decorrer das horas aí passadas demonstrou claramente toda a sua cordialidade, bem como a sua enorme simplicidade.
Além dos estudantes era esperada pelo Prof. Doutor António Ferreira, Presidente do Conselho de Administração do Hospital de S. João, todo o restante corpo directivo incluindo o da Faculdade de Medicina, além de inúmeros benfeitores do Projecto "Um Lugar pró Joãozinho" e individualidades convidadas, nomeadamente o Engª Nuno Gonçalves, Presidente da Câmara da Régua que não quiseram deixar de marcar presença.
A Drª Laura Ferreira ao apear-se do automóvel sofreu dois choques profundos - o calor humano de toda aquela gente e a presença do seu sogro Dr. António Passos Coelho, que de Vila Real se deslocou propositadamente para o efeito. Foi um momento de plena ternura para ambos e que todos os presentes registaram em profundo silêncio e depois aplaudido com efusivas palmas. Foi mesmo lindo, como lindo foi a tomada de posse da Comissão de Honra do projecto "Um Lugar pró Joãozinho", cujo intento é angariar apoios da sociedade civil para a construção da nova Ala Pediátrica do Centro Hospitalar de São João. A apresentação feita pelo Prof. Doutor António Ferreira foi bem elucidativa relativamente ao projecto e à honra concedida pela Drª Laura ao aceitar o convite e integrar tal Comissão. Seguiu-se a intervenção da Drª Laura que referiu desde logo o facto de pertencer ao ramo, mas também ás causas humanitárias e de beneficiência, ter-lhe sido fácil ter aceitado tão honroso convite, colocando-se inteiramente à disposição para ajudar dentro das suas possibilidades. Isto e tudo o mais que disse foi o bastante para fascinar os presentes e depois no decorrer do almoço (quase!) ter deixado uma óptima impressão.

No próximo número daremos conta das dádivas e outros factos ocorridos, não sem antes também felicitar a Drª Ana Príncipe pela já habitual organização excelente.