dodouro press

Moimenta da Beira
Maçã reina na Expodemo
A maçã é o fruto omnipresente e todo-poderoso da "Expodemo, Mostra de Produtos, Actividades e Serviços da Região" que se realizará este fim-de-semana de 21, 22 e 23 de Setembro, nas áreas de acesso público em redor dos Paços do Concelho de Moimenta da Beira.
Inspirará o trabalho ao vivo de graffiters e escultores do ferro e dará também vida a um deslumbrante e fantástico cortejo músico-teatral criado pela Acert. Haverá ainda no espaço concursos de maçã, provas de vinho, chefs de cozinha a confeccionarem receitas de maçã e tasquinhas que servirão muitos sabores do fruto que é soberano na Expodemo.
Relevância também para a estrutura de ferro gigante, em forma de maçã e ornamentada com maçãs verdadeiras, que está exposta no recinto.
Mas o evento, que se quer abrangente, alarga-se também a outros produtos, serviços e áreas de negócio da região. Ao todo, marcarão presença mais de sete dezenas de empresas, instituições e entidades de áreas tão distintas como o ensino (Escola Superior Agrária de Coimbra e de Viseu, escolas profissionais, etc.), artesanato, viticultura, gastronomia, associações de cultura e recreio, indústria de enchidos e várias organizações empresariais de diversos ramos com peso na região: granitos, alumínios, castanha, azeite, etc.
O programa inclui ainda espectáculos, concertos, festivais de acordeão nos três palcos dispersos pelo recinto e animação de rua em permanência com palhaços, homens de andas, ateliers infantis, exposições, etc.
O certame prestará também duas homenagens a duas personalidades de Moimenta da Beira: Cartageno Ferreira, engenheiro agro-pecuário, e Vítor Ferreira, acordeonista de mais de quatro décadas de carreira.


Capoulas Santos na Expodemo
A Expodemo vai homenagear António Júlio Cartageno Ferreira, engenheiro Agro-Pecuário com uma vida dedicada à agricultura de Moimenta da Beira e da região. Umas jornadas agro-frutícolas com o seu nome vão prestar-lhe tributo em todas as edições da Expodemo.
E este ano, ano de estreia, o preito contará logo com uma figura de peso: Capoulas Santos, ministro da Agricultura em dois governos constitucionais (XIII e XIV), actual eurodepudado e relator do Parlamento Europeu para a Reforma da PAC e ainda coordenador para os assuntos Agrícolas do Grupo Socialista Europeu.
O ex-governante vem homenagear Cartageno Ferreira participando como orador naquelas jornadas, que decorrerão no auditório municipal padre Bento da Guia, na manhã do dia 22 de Setembro. Capoulas Santos falará da nova PAC e dos seus impactos em Portugal.
O homenageado reside em Moimenta da Beira desde 1960. Dois anos antes tinha dado início à vida profissional na Federação dos Viticultores do Douro (Casa do Douro). Em Moimenta veio integrar o Núcleo de Assistência Técnica da V Brigada da Direcção Geral dos Serviços Agrícolas, dando sempre especial atenção à modernização e introdução de novas tecnologias, nas vertentes da fruticultura, viticultura e cultura arvenses.
Exerceu depois (1989 a 1995) funções de chefe da Zona Agrária Beira Douro e Távora tendo-lhe sido atribuído um louvor, publicado no Diário da República pelo seu desempenho no Ministério da Agricultura.
De 1995 a 2007 cumpriu funções da direcção da Escola Profissional de Lamego onde foi homenageado pela sua dedicação e motivação do ambiente escolar.
Mais recentemente (2011) foi-lhe atribuído o título honorífico de Técnico Frutícola de Honra pela Associação Portuguesa de Horticultura no quadro da fileira frutícola.
É elemento activo nas Confrarias Gastronómicas da Maçã Portuguesa e da Castanha Soutos da Lapa e, ao longo do seu percurso profissional empenhou-se na participação em inúmeras jornadas técnicas, colóquios, simpósios, festas e feiras da maçã e da castanha, bem como em acções dirigidas à qualidade e ao desenvolvimento rural no âmbito das escolas profissionais.