dodouro press

Moimenta da Beira 
Centenário de Veiga Leitão
Luís Veiga Leitão, o "poeta da linhagem dos poetas da forma e da cor", nasceu há 100 anos em Moimenta da Beira. No dia do seu centenário, 27 de Maio, a autarquia inicia um ciclo de conferências que assinala a efeméride. O primeiro tributo, já este domingo à tarde, é prestado por dois dos maiores estudiosos da sua obra: Pires Laranjeira, professor da Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra, intervém com "Luís Veiga Leitão: Trabalhar a pedra do ser e da Palavra", às 15h20; e Luís Adriano Carlos, docente na mesma faculdade, com "Beleza e Empatia ou Problema Estético de Luís Veiga Leitão", às 16h00.
Tudo no espaço da Galeria Municipal de Moimenta da Beira, onde nesse dia é inaugurada a exposição "Do Gelo ao Fogo", do filho do poeta, Veiga Luís. A cerimónia de comemoração dos 100 anos abre às 15h00 com a apresentação da imagem do centenário por Alcides Sarmento, director do agrupamento de escolas de Moimenta da Beira, e encerra às 16h30 com uma intervenção do presidente da autarquia, José Eduardo Ferreira.